Rede Social do Café

T Ó P I C O : Fenicafé é oficialmente aberta nesta segunda em Araguari

Informações da Comunidade

Criado em: 28/06/2006

Tipo: Tema

Membros: 5249

Visitas: 26.697.176

Mediador: Sergio Parreiras Pereira

                        

Adicionar ao Google Reader Adicionar ao Yahoo Reader Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


Comentários do Tópico

Fenicafé é oficialmente aberta nesta segunda em Araguari


Autor: Leonardo Assad Aoun

85 visitas

1 comentários

Último comentário neste tópico em: 16/04/2024 16:24:55


Leonardo Assad Aoun comentou em: 16/04/2024 16:19

 

Fenicafé é oficialmente aberta nesta segunda em Araguari

 

Personalidades políticas, lideranças e cafeicultores participaram da abertura oficial realizada no parque de exposições Ministro Rondon Pacheco

Divulgação/Henrique Vieira

A Fenicafé – Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura foi aberta oficialmente na nesta segunda-feira(15), em Araguari (MG), pela presidência da Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) diante da presença de autoridades políticas, expositores e produtores.  As palestras começam nesta terça-feira (16) e seguem até quinta no Parque de Exposições Ministro Rondon Pacheco em Araguari, no Triângulo Mineiro.

O presidente da Associação dos Cafeicultores de Araguari(ACA), Claudio Morales Garcia, afirmou que o objetivo da feira é possibilitar ao produtor de café o acesso à tecnologia e inovação  no setor da cafeicultura irrigada. “A Fenicafé chama atenção para o leque de oportunidades e desafios que se abrem todos os anos, principalmente nesse marco etário da ACA. É com tal espírito que a feira estreia sua edição de 2024, justamente no quadragésimo aniversário da Associação dos Cafeicultores de Araguari que nos permitiu levar o nome do nosso município para todas as partes do Brasil”.

O cerrado mineiro é responsável por cerca de quinze por cento da produção brasileira de café e é reconhecido como uma das principais regiões produtoras do Brasil. Há pouco mais de quatro décadas, a região ganhou destaque tanto pela qualidade superior de seus grãos, quanto pela ousadia e união de seus produtores. Referência no Brasil, a produção do cerrado mineiro está alinhada às exigências dos apreciadores de café que, além de qualidade, se preocupam com a procedência do produto e consciência ambiental. Assim nasceu a ACA.

“De lá pra cá, percorremos um longo caminho, de lutas, conquistas e vitórias. Da vontade de profissionalizar criamos então a Fenicafé”, ressalta o presidente da associação durante o discurso.

Segundo ele, o evento nasceu pequeno e hoje é o que é graças ao trabalho de muitas pessoas. 

Neste ano são esperadas mais de 30 mil pessoas de mais de cem cidades do país. A feira também é uma excelente alternativa para a realização de negócios, sendo que em 2023, movimentou mais de 200 milhões de reais no pavilhão de exposição de máquinas, implementos e serviços; o que gera uma grande expectativa para o ano de 2024.  

Abertura – O vice-governador do estado de Minas Gerais, professor Mateus Simões, esteve presente durante a abertura e destacou a importância da cafeicultura para o estado. “Temos o orgulho de ser o maior estado produtor de café no mundo. Uma em cada quatro xícaras de café consumidas, é produzida em Minas. Me encanta ver ao longo dos anos o avanço na produção do cerrado mineiro. Os cafés especiais, antes privilégio do sul, hoje também são produzidos aqui”. 

Para o senador Cleitinho Azevedo, é necessário criar políticas públicas de desburocratização do sistema. “Devemos deixar o agronegócio trabalhar. Sem nunca esquecer que o Estado é fonte de despesa, o agronegócio é fonte de riqueza”.

O prefeito Municipal de Araguari, Renato Carvalho, destacou a importância do agronegócio para a região. “Araguari está entre as cem cidades mais ricas do Brasil em agronegócio. O que é motivo de orgulho. É desta terra que sai a força pujante de uma classe que gera emprego, renda e muito para o Brasil”, destaca, dizendo que a cidade do triângulo foi a que mais exportou no ano passado.

A vice-prefeita Maria Cecília Araújo lembrou da força feminina na cafeicultura. No entanto, este ano, uma manhã foi inteiramente dedicada a elas. “Nós mulheres somos muito bem representadas. Mostramos que podemos sim, fazer o que queremos. Eventos como a Café Agro vem mostrar que nós estamos muito além do nosso tempo. Há muito tempo, saímos de meras coadjuvantes para sermos as protagonistas nas propriedades rurais”. 

Presenças ilustres – Entre os presentes, Cláudio Morales Garcia, presidente da ACA; Renato Carvalho, prefeito de Araguari; Maria Cecília Araújo, vice-prefeita de Araguari; senador Cleitinho Azevedo; vice governador de Minas Gerais, Mateus Simões,;Thales Pereira Almeida, secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de MG; Malk Mauad, presidente do Sindicato Rural de Araguari, o deputado federal, Zé Vitor, os deputados estaduais, Raul José de Belém, Doorgal Andrada, João Júnior e Leonídio Bolsas; Renata Cristina Silva Borges; prefeita de Araporã e presidente da AMVAP, Rodrigo Piracaíba, presidente da Câmara de Vereadores de Araguari; Glaucio de Castro, presidente da Federação dos Cafeicultores; Francisco Sérgio de Assis, presidente da FUNDACER – Fundação de Desenvolvimento do Café do Cerrado; Silas Brasileiro presidente do CNC – Conselho Nacional do Café;  Otávio Martins Maia, diretor presidente da EMATER-MG; Antônio Pitangui de Salvo, presidente do Sistema FAEMG; Luiz Antônio de Paiva, secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Araguari; Patrícia Merts Peixoto, diretora da 11ª Unidade Regional do Departamento de Estradas – DER; Ten. Cel. Romualdo Crisanto, Comandante do 2º Batalhão Ferroviário – Batalhão Mauá; Ten. Cel.  Vanderlan Alves Gomes, Comandante do 53º Batalhão de Polícia Militar de MG; Ten. Sérgio Luiz Quirino de Melo Comandante do 2º Pelotão da Polícia Militar de Meio Ambiente; Ten. Cel. André Casarin, Comandante do 2º Comando Operacional do Corpo de Bombeiros Militar; Dr. Marcos Tadeu de Brito Brandão, Delegado Chefe da Polícia Cívil; Aleksandro Monteiro de Sousa, Diretor do Presídio de Araguari; Dra. Ana Régia Santos Chagas, diretora do Foro da Comarca de Araguari; Dra. Lílian Tobias diretora das Secretarias das Promotorias de Justiça de Araguari; Mário Takanobu Watanabe, Presidente da COOCACER; e Carlos Augusto Rodrigues de Melo, presidente Cooxupé.

Mascotes da Feira – Este ano, dois personagens foram criados numa parceria entre a secretaria de Desenvolvimento e Turismo e a FAEC para o entretenimento da CaféAgro. A Maria do Queijo e o Zé do Café – serão presença marcante durante os dias do evento.

A Fenicafé é promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) em parceria com a C3 Consultoria, a Federação dos Cafeicultores do Cerrado com apoio da Embrapa Café e Prefeitura Municipal de Araguari.

Fonte: Revista Campo e Negócios

Visualizar | |   Comentar     |  



1